• Adriana de Paula

Minimalismo: Guarda-Roupa

Por Juliana Gomes




O guarda-roupas de uma mulher com certeza é o lugar mais individualizado de uma casa, pois nele se concentra os objetos, acessórios, roupas e sapatos que dizem muito a respeito de quem é a dona. Uma executiva, por exemplo, terá muitos terninhos, calças de alfaiataria, camisas, acessórios e sapatos sociais. Em contrapartida, uma personal traine até pode gostar de roupas sociais, mas com certeza não será este estilo que dominará os seus cabides.

 

O minimalismo no guarda-roupa não se trata de privações ou mudança de estilo, mas se trata de consumo consciente sobre as suas verdadeiras necessidades. Não irei definir a quantidade de roupas que você deve ter, ou quais marcas são ecologicamente corretas e sustentáveis, mas a intenção deste texto é trazer alguns conceitos para te ajudar nesta mudança de vida maravilhosa que o minimalismo nos proporciona. 


Para nós mulheres comprar roupas não se trata somente de uma necessidade, é quase uma terapia. Gostamos de experimentar muitas roupas procurando a peça perfeita que valorize a nossa silhueta e aquela roupa que transmita ao mundo quem nós realmente somos. E não é para menos, as roupas que usamos dizem muito ao nosso respeito, então a pergunta que cabe aqui é: O que o seu guarda-roupa diz sobre quem você é?


Comece esta jornada separando todas as suas roupas, acessórios e sapatos. Não será uma tarefa fácil, então se disponha de um bom tempo! Selecione tudo que lhe transmita bem-estar, conforto e que tenha utilidade prática, separando por pilhas. O próximo passo é desapegar-se de tudo que for duplicado (itens parecidos e de cores semelhantes). Fique apenas com um item de cada. Aproveite este momento para doar algumas coisas, ou se preferir, venda as que estiverem em bom estado. Separe também as coisas gastas que você não utiliza mais e livre-se delas. Aproveite também para descobrir o seu verdadeiro estilo. Quem nunca comprou uma roupa maravilhosa e linda e quando chegou em casa viu que aquela roupa não combinava muito com você? Então abra espaço para coisas que transmitam a sua verdadeira personalidade, pois é disso que se trata ter estilo.


A mulher cristã precisa ser muito honesta consigo mesma sobre suas escolhas de roupas, acessórios e sapatos. Pois a bíblia nos adverte a nos vestirmos com modéstia, sem sensualidade, avareza ou ostentação. Pois o que revelará a nossa verdadeira beleza é o temor a Deus e a essência de Cristo em nós.


 “ Semelhantemente, recomendo que as mulheres se vistam com decência, modéstia e discrição. ” 1Tm 2:9a.


“Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. ” Pv 31:30


Vestir-se bem não tem a ver com a quantidade de roupas que você possui, quais roupas mostram mais o seu corpo ou quais delas dirão quanto dinheiro você possui. Opte por roupas versáteis, modestas e que transmitam a sua verdadeira personalidade, que façam sentido para o seu estilo de vida atual.


Que a paz de Cristo esteja sempre com você


Juliana Gomes

132 visualizações

Sobre nós

Nossos trabalhos

Nossos livros

Quem somos

Adriana de Paula

Declaração de Missão

Visão

Propósito

Projeto MEL

Curso Mulheres que Edificam

Desafio 30 Dias de Oração pelo Marido

30 Dias de oração pelos Filhos

Mulheres que Edificam

30 Dias de Oração pelo Marido

30 Dias de oração pelos Filhos

Mulheres Amadas e Aceitas

por Deus

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle