• Adriana de Paula

Devocional Mulheres que Edificam -10º Dia: Erguendo a Cozinha


Enquanto a Bíblia nos ensina que fomos chamadas para servir e que servir é um resultado natural do amor: “Porque vós, irmãos, fostes chamados para a liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.” (Gl 5.13) a filosofia mundana ensina que precisamos amar a nós mesmos e servir a nós mesmos e não aos outros.


Provérbios 31 nos dá a ideia de uma mulher que teve todas as oportunidades de viver uma vida de lazer e pensar só nela. Ela era uma mulher de influência: “Faz panos de linho fino e vende-os e dá cintas aos mercadores.” (Pv 31.24). Tinha um marido proeminente: "Conhece-se o seu marido nas portas, quando se assenta com os anciãos da terra." (Pv 31.23). Ela era conhecida e ativa na comunidade: “Abre a mão ao aflito; e ao necessitado estende as mãos.” (Pv 31.20). Ela poderia ter escolhido viver segundo a filosofia mundana e humanista, mas não, ela escolheu servir à sua família com amor. Levantava de madrugada para preparar uma deliciosa refeição para a família: “Ainda de noite, se levanta e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas.” (Pv 31.15). Servir à família com amor é uma das maneiras de se construir um sólido relacionamento.


Fomos chamadas para servir. Sei que esta frase não parece bem familiar a muitas mulheres nos dias de hoje. Como disse Elisabeth George em seu livro Uma Mulher Segundo O Coração De Deus, "a nossa natureza pecaminosa grita: ‘Eu primeiro! Mas Deus quer que digamos ao nosso marido, aos nossos filhos: Você primeiro!". E ela vai além, dizendo “seguir os passos de Jesus, que não veio para ser servido, mas para servir (Mt 20.28), chama a atenção para a atitude do coração de servir – e essa atitude e serviço começam em casa, com sua família, especificamente com o seu marido, se você é casada”.



Mas muitas mulheres já não querem aceitar o seu verdadeiro chamado, afinal não foram preparadas para servir. Foram preparadas para serem líderes, empreendedoras, profissionais liberais e independentes, menos para servir.


Enquanto muitas mulheres acham que servir é um fardo humilhante que não tem reconhecimento, a mulher sábia serve com alegria, pois ela sabe que servir com alegria é uma das maneiras de demonstrar o seu amor e construir um relacionamento familiar duradouro.


Como disse Gary Chapman em seu livro As Cinco Linguagens Do Amor, “Fazer algo por alguém é a mais profunda expressão amor. Preparar refeições, fazer um bolo, lavar a louça, limpar o banheiro e cuidar das roupas e cuidar delas quando estão doentes, se feitos com o espírito certo e positivo, são incontestáveis expressões de amor.”


Você pode alcançar o coração do seu esposo e dos seus filhos fazendo algo por eles! Fazendo aquilo que você sabe que eles gostariam que você fizesse.


Adriana de Paula.

__________________


#MEL #MulheresqueEdificamLares







Este devocional faz parte do capítulo Erguendo a Cozinha, do livro Mulheres que Edificam.


Deseja ler o livro na íntegra? CLIQUE AQUI: http://bit.ly/32BmP2I


Quer ir além da leitura e se juntar a nós no Curso Mulheres que Edificam para estudarmos os princípios da Palavra de Deus para a construção de uma família abençoada? CLIQUE AQUI: https://www.mulheresqueedificam.com.br/curso-online






698 visualizações

Sobre nós

Nossos trabalhos

Nossos livros

Quem somos

Adriana de Paula

Declaração de Missão

Visão

Propósito

Projeto MEL

Curso Mulheres que Edificam

Desafio 30 Dias de Oração pelo Marido

30 Dias de oração pelos Filhos

Mulheres que Edificam

30 Dias de Oração pelo Marido

30 Dias de oração pelos Filhos

Mulheres Amadas e Aceitas

por Deus

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle